porque-ter-um-site-responsivo

Porque ter um Site Responsivo?

Bruna CarvalhoInternetComentar

Sites responsivos são aqueles que se adaptam em todos os dispositivos, seja celular, tablet ou desktop. De acordo com os diretores do Google, 80% dos usuários de mobile quando entram em sites que não são responsivos, retornam aos mecanismos de buscas imediatamente.

Desde a criação do primeiro site do mundo, o The Project em 1991, muita coisa mudou na internet. E no meio digital, é preciso estar sempre se reinventado para continuar conversando com seu consumidor e manter o interesse em sua marca.

Principalmente quando novidades são lançadas. Por exemplo, antigamente não existiam lojas virtuais, mapas online, redes sociais e muito menos celulares.

Quando o AMP (Páginas Móveis Aceleradas, em inglês) foi lançado, o Google precisou mudar seu algoritmo e passou a priorizar sites que eram Mobile Friendly, ou seja, começou a priorizar os sites focados em usuários de celulares. Porém, com a invenção de ipads e tablets, outra adaptação precisou ser lançada: os Sites Responsivos.

Mas como um site responsivo pode ajudar sua empresa a faturar mais? Simples!

Segundo dados da pesquisa realizada pelo CETIC BR, 89% das pessoas usam dispositivos móveis para se conectarem na internet. Por isso, ter um site responsivo é sinônimo de melhor ranqueamento no Google e maior faturamento para seu negócio!

O QUE É UM SITE RESPONSIVO?

o-que-é-um-site-responsivo

Sites responsivos são aqueles que melhoram a experiência do usuário, se adaptando em todos os dispositivos eletrônicos, sejam celulares, tablets, ipads ou desktop.

Também eliminam a necessidade do usuário dar zoom, por exemplo, facilitando a navegação em seu website. Ser responsivo também significa ter os botões de Call To Action e as imagens no tamanho adequado também.

De acordo com os diretores do Google, 80% dos usuários de mobile quando entram em sites que não estão apropriados para seu tamanho de tela, retornam imediatamente aos mecanismos de buscas.

Algumas partes do layout podem ficar de fora na versão responsiva, mas pode ficar tranquilo, porque isso não afeta negativamente o reconhecimento da sua marca, já que sua identidade visual será mantida.

VANTAGENS DO SITE RESPONSIVO

MENOR TAXA DE REJEIÇÃO

taxa-de-rejeição-site-responsivo

A taxa de rejeição é responsável por medir os visitantes que entram e saem de uma única página do seu site. Quanto maior ela for, menor será sua credibilidade. Além do modelo responsivo, artigos em blogs institucionais também são ótimos aliados para diminuir essa métrica.

MELHORAR RANQUEAMENTO NO GOOGLE

Por melhorar a experiência do público, os sites responsivos têm prioridade no Google, isso quer dizer que estes sites são mais propensos a serem achados na internet, do que aqueles que não são adaptáveis.

google-search-console-ranqueamento-no-google

MAIOR VELOCIDADE NO CARREGAMENTO DAS PÁGINAS

Com um site preparado para se adequar ao dispositivo da sua audiência, o conteúdo das páginas irá carregar mais rápido também. O que é ótimo, já que a maioria dos usuários abandonam os sites que não carregam em até 5 segundos.

SITES RESPONSIVOS SÃO MAIS CAROS?

Não. A maioria das agências que trabalham com  criação de sites já os desenvolvem de maneira responsiva. Em um mundo cada vez mais conectado como o nosso, não faz sentido criar um site que não consiga se adaptar ao contexto do usuário. Mas certifique-se disso na hora da contratação do serviço.

Qual foi a última vez que você ouviu alguém dizer que “precisava entrar na internet”? Aposto que faz muito tempo, certo?

Não há dúvida de que os dispositivos móveis transformaram o jeito que consumimos serviços, produtos e informações, tanto no mundo offline, quanto no online.

Dessa maneira, levar em consideração o caminho que seu cliente faz para te encontrar na internet é essencial para melhorar a experiência do seu usuário e construir uma presença digital de peso!

Então, o que achou desse artigo sobre site responsivo? Gostou? Então compartilhe nas redes sociais para seus amigos também dominarem este assunto!
Para mais informações sobre Marketing de Conteúdo, continua nos acompanhando pelo Instagram e Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *